Outsourcing em TI: veja o que é e quando usar!





Sabemos que a área de TI é estratégica em qualquer empresa atualmente. Com a instabilidade econômica, no entanto, manter essa área pode ter um preço muito elevado para o negócio. Então, para reduzir custos sem abrir mão da qualidade do serviço, uma excelente alternativa é o outsourcing em TI.


Para que essa terceirização na TI seja um sucesso, é preciso fazer um bom planejamento e avaliar os requisitos técnicos e de negócio. Também é necessário um estudo sobre quais áreas serão terceirizadas e qual é o prestador de serviço ideal para a empresa.


Pensando nisso, detalharemos neste post os tipos possíveis de outsourcing e o que pode ser terceirizado. Assim, você saberá o que deve ser avaliado e fará a melhor escolha para o seu negócio! Acompanhe a leitura e confira.

O que é outsourcing?


Nesse sentido, ao optar pela terceirização a empresa tem mais liberdade de se dedicar ao seu ramo de negócio principal. E, com isso, ela aumenta a sua produtividade e competitividade.


Também é preciso dizer que os fornecedores de outsourcing utilizam sempre tecnologia de ponta. Portanto, ao utilizar esse serviço, a sua empresa contará com rotinas inovadoras e vários benefícios consequentes delas, como:


  • tecnologias modernas;

  • utilização de boas práticas em TI;

  • ambiente seguro;

  • suporte por profissionais qualificados.

Quais são os tipos de outsourcing em TI?


Basicamente, existem três modelos de outsourcing: offshore, nearshore e onshore. No modelo offshore, a empresa prestadora de serviço está localizada em outro país, geralmente algum que ofereça esse tipo de serviço a preços bem atrativos, como a Índia ou a China, atualmente.


Já no nearshore, o prestador de serviço está em países próximos, geralmente vizinhos, como Argentina e Chile. E, no modelo onshore, o prestador é contratado no próprio país.


Para garantir o sucesso da implementação, é fundamental escolher o tipo mais adequado às necessidades da empresa. Isso envolve algumas questões importantes, como:


  • o fuso horário;

  • as diferenças culturais;

  • a comunicação entre as pessoas;

  • as formas de pagamento;

  • os impostos sobre os serviços prestados.


Quais serviços terceirizar?


A área de TI é ampla e engloba diversos serviços. Por isso, a terceirização pode ser parcial ou total. Há a opção de terceirizar a infraestrutura em um provedor e o desenvolvimento de software em outro, por exemplo.


Alguns dos serviços de TI que podem ser terceirizados são:


  • infraestrutura completa (data center),

  • telecomunicações e redes,

  • segurança da informação,

  • suporte ao usuário final etc.);

  • desenvolvimento e manutenção de software;gestão de TI.


Enfim, o outsourcing em TI é mesmo uma tendência nos dias atuais — e, como vimos, não à toa. Ao fazer a sua escolha, lembre-se de observar todos os detalhes descritos até aqui, para garantir um serviço de excelência à sua empresa!






9 visualizações0 comentário