Marcos Pontes assume Ministério da Ciência e Tecnologia

Marcos Pontes assume Ministério da Ciência e Tecnologia e anuncia secretaria para incentivar pesquisas


Ele disse ainda que vai buscar maneiras de aumentar o financiamento privado na área de inovação científica. Antecessor, ex-ministro Gilberto Kassab não compareceu à transmissão de cargo.




O astronauta Marcos Pontes assumiu o cargo de ministro de Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações em uma solenidade na manhã desta quarta-feira (2), em Brasília.


Em discurso, ele disse que a pasta terá uma secretaria para estimular a dedicação à pesquisa científica em alunos de ensino médio.


Segundo ele, o trabalho da secretaria será feito em parceria com o Ministério da Educação.


"A gente quer tentar com isso promover a carreira de pesquisador, motivar jovens para as carreiras de pesquisa.

E isso foi acoplado na parte da [secretaria] de pesquisa", disse Marcos Pontes.


Ele disse ainda que pretende buscar maneiras de tornar o país atraente para pesquisadores.


"É extremamente importante que a gente tenha a pesquisa básica forte no país, eu tenho conversado muito com a comunidade científica para descobrir maneiras de ser um trabalho eficiente e de motivar os nossos pesquisadores para que eles fiquem no Brasil", completou Pontes.


Para o novo ministro, é preciso formular estratégias para incrementar o financiamento privado para impulsionar inovações científicas no país.


"Inovação, a gente está muito atrás. A gente tem a Finep (Financiadora de Estudos e Projetos) para apoiar as inovações, mas a gente precisa da participação do setor privado. Mas como a gente vai trazer o setor privado para participar mais? Através de programas que a gente possa fazer em parceria. Existem vários modelos", explicou.


Com relação ao financiamento de pesquisas por parte do governo, Pontes reconheceu a redução no investimento, mas diz que o sistema permanecerá igual.


"Nós temos no CNPq um problema atual de investimento, um problema de orçamento. A gente vai ter que trabalhar neste ano com o Congresso Nacional, com outras possibilidades para que a gente complete esse orçamento", explicou.


O agora ex-ministro Gilberto Kassab não estava presente, e a transmissão ocorreu com a presença de Alfonso Orlandi Neto, secretário-executivo-adjunto.



Precisando de um sistema para auxiliar na gestão da sua empresa?

Entre em contato e solicite uma demostração.


Conteúdo original via: G1


#viãoconsultoriaemti #MarcosPontes #MinistériodaCiênciaeTecnologia #ERP #NFe #NFCe

15 visualizações0 comentário